Pesquisar este blog

Eis aqui o resultado do sorteio “Natal em Dobro com Entrelace”, realizado  pelo blog Diana Scarpine Romances juntamente com os blogs parceiros Amanda's Tale, Apaixonada por Romances Estandy Books Fantastic BooksFonte da Leitura, Lendo no Jardim, O Sofá dos Livros  e Srta. Bookaholic.



E os ganhadores dos 2 exemplares do romance “Entrelace: Caminhos que se Cruzam ao Acaso”

foram: Luciane Rodrigues e Brenda Carolina


Os ganhadores tem 3 dias para entregar em contato comigo por e-mail 

(dianascarpine@yahoo.com.br ou dianascarpine@gmail.com)  informando o endereço para envio do livro!

Olá pessoal tudo bem? 

Sei que passei um pouco do dia da divulgação de sorteio, mas final de ano é aquela coisa né?

Mas vamos acabar com o suspense!



Ana Alice, tem o prazo de 3 dias para responder o e-mail com os dados para o envio do presente, que será feito pela editora L&PM.

Parabéns!

Olá pessoal, tudo bem?



Aproveitando que novembro é o mês do meu aniversário (02) e o mês do aniversário da Estante da Andy (28), eu resolvi presentear os leitores do blog com um livro que adorei, então em Parceria com a editora L&PM vamos sortear "Animale, A maldição de cachinhos dourados".

Aproveite e leia a resenha para conhecer melhor o livro.

Sinopse:
O ano é 1832. Blonde é uma bela e retraída adolescente que, desde que se conhece por gente, vive no convento de Santa Úrsula, no interior da França, cuidada e observada por religiosas. É órfã e não tem qualquer informação sobre seus pais ou sobre como foi parar naquele lugar. Há muitas coisas na vida do convento que ela não entende: por que, diferentemente das outras meninas, ela precisa usar óculos escuros que escondem seus belíssimos olhos azuis? E será que as religiosas lhe contaram a verdade sobre seus frequentes desmaios? Além disso, Berenice, uma colega morena e fogosa, parece ter prazer em infernizar ainda mais a vida de Blonde. No frio e no silêncio hostil do claustro, seu único confidente é um gato vadio, que ela apelidou de Brunet. O futuro pouco parece reservar à menina, até o dia em que um desconhecido invade sua cela e, secretamente, lhe entrega um dossiê sobre o desaparecimento de uma moça, ocorrido dezoito anos antes. Tem início a vertiginosa jornada em que Blonde descobrirá o amor e a verdade sobre a própria identidade.Nesse riquíssimo e empolgante ro­mance, cheio de referências históricas, literárias e geográficas, Victor Dixen, renomado autor francês voltado para o público juvenil, recupera um dos mais difundidos contos de fadas europeu – a história de Cachinhos Dourados e os três ursos – e faz uma releitura eletrizante. Seu talento narrativo mantém o leitor em suspenso, pelos subterrâneos do Vaticano e por estonteantes paisagens nórdicas. Quem, afinal, é a bela Blonde?
Informações do livro:




Título: Animale, A maldição de cachinhos dourados
Autor: Victor Dixen
Editora: L&PM
Páginas: 430







Resenha:

Blonde é uma jovem reclusa do convento de Santa Úrsula na França, lá eram enviadas meninas desde muito pequenas até mais velhas, para serem educadas pelas freiras e depois quando tivessem idade, eram entregues a um casamento arranjado pelos pais, mas para ela as coisas seriam diferentes, já que ela não tinha família e estava condenada a viver ali para sempre.

Blonde se sente diferente das outras meninas, mas ela não sabe exatamente porque, no entanto coisas começam a acontecer e muitos segredos começam a serem revelados, numa noite ela recebe uma visita inusitada que a surpreende com um dossiê que conta parte da história de Gabrielle De Brances, história essa que acaba se cruzando com a dela.

A garota acaba descobrindo uma grande verdade sobre sua vida, verdade essa que a joga em uma corrida contra o tempo para se livrar de uma maldição e como não poderia deixar de ser, a garota acaba se apaixonando por Gaspard, um jovem escultor em inicio de carreira, que também não esconde o que sente pela jovem.

O livro é uma grande aventura fantástica que recria a história de Cachinhos dourados e envolver outros fatores dos contos de fadas, no entanto dessa vez a mocinha está mais para uma mulher forte que não se esconde diante dos desafios, que enfrenta os problemas sem medo, o que até causa certo estranhamento, porque Blonde não se sente assustada e nem pensa duas vezes, mesmo quando descobre coisas bastante assustadoras, gostei da personagem, gostei do fato dela não ser uma vitima e de não precisar ser salva o tempo todo pelo príncipe encantado.

A trama conta com bastante personagens interessantes, e os sentimentos que envolve o casal não tem muito daquela paixão surreal, Gaspard chega até se questionar em alguns momentos sobre o que sentiria pela amada quando algumas coisas acontecessem e isso torna tudo mais aceitável. 

O único ponto um pouco chato do livro é o velho esteriótipo de beleza que é frizado quase que o livro todo, a aparência de blonde, loira dos olhos claros que causa inveja em todas as outras, acaba cansando um pouco, mas nada que comprometa a leitura.

Eu adorei o livro, gostei tanto que pedi a editora para que pudesse sortear um aqui no grupo, então se você quer conhecer mais da história de Blonde, leia esse post até o final!



Sorteio

Para participar é simples e exige apenas 4 regrinhas:

- Ter endereço de entrega no Brasil
- Seguir o blog clicando em "Participar desse site" na barra lateral direita
- Curtir a Fanpage do Blog
- Compartilhar a imagem do sorteio no Facebook e marcar pelo menos 2 pessoas

Chances Extras

- Tweetar sobre o Sorteio
- Postar a imagem do sorteio no instagram
- Curtir a página da L&PM no Facebook

Então é só isso, o resultado do sorteio sai aqui no Blog e nas redes sociais no dia 19/12/2015

Lembrando que o envio do livro é feito diretamente da editora L&PM


Para oficializar sua participação, preencha o formulário abaixo

   
Boa sorte a todos!




Queridos(as) leitores(as)! 

Vocês querem ganhar o romance “Entrelace: Caminhos que se Cruzam ao Acaso” de presente de Natal e conhecer a linda história de amor de Henri e Carol? 

Então, esta é a sua chance; pois neste Natal, o blog Diana Scarpine Romances  (juntamente com os blogs parceiros Estandy BooksAmanda's Tale, Apaixonada por Romances , Fantastic Books, Fonte da Leitura, Lendo no Jardim, O Sofá dos Livros e Srta. Bookaholic  presenteará os leitores com o romance “Entrelace: Caminhos que se Cruzam ao Acaso”. 

REGRAS:

- Curtir a fan page do facebook de pelo menos um dos blogs participantes;

- Compartilhar a postagem da promoção no Facebook e indicar, nos comentários, 2 

amigos (as) para participar da promoção;

- Não há restrição de residência (os ganhadores poderão morar em qualquer país).

- Preencher o formulário do Rafflecopter abaixo com perfil e e-mail válidos para contato.

- Seguir este blog clicando em participar deste site na barra lateral direita.



a Rafflecopter giveaway



INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

— O concurso é recreativo e não está vinculado a marcas, compras e vendas de serviços.

— Resultado será divulgado nas redes sociais da autora Diana Scarpine e dos blogs 

participantes em 19/12/2015.

— Os ganhadores terão três dias para entrar em contato por e-mail com a autora Diana 

Scarpine por e-mail, informando os dados para envio do livro. Findo esse prazo, será feito 

novo sorteio.

— A  autora Diana Scarpine terá 30 (trinta) dias para envio dos livros autografados, após 

o contato dos ganhadores.

— Não serão aceitos perfis fakes ou criados exclusivamente para promoções.

— As regras serão devidamente conferidas!

— As despesas de envio são por conta e responsabilidade da autora Diana Scarpine, que 

não se responsabilizará em caso de demora ou estravio dos correios. 

— Regras sujeitas a alterações sem aviso prévio!

BOA SORTE!

Olá pessoal, tudo bem?

Eu já deveria ter postado esse vídeo aqui no blog, mas essa semana está bem corrida para mim, segunda feira que vem é meu aniversário e sábado vai ter festa \o/ então estou me dividindo entre provas da faculdade, auto escola (Sim, estou me habilitando) e preparativos da festa, por isso deixei o blog em segundo plano, mas semana que vem tudo volta ao normal, inclusive terá vídeo exclusivo dos livros que ganhei de presenteeeeeeee \o/ \o/ \o/

Mas vamos ao Bookhaul


Olá pessoal, tudo bem?

Eu deveria ter feito esse post ontem, mas a preguiça me consumia, hoje estou um pouco melhor, então vou contar para vocês como foi o 1° encontro do grupo de leitores do Facebook "Devoradores de Livros", que aconteceu em São Paulo no sábado 17/10.




O encontro foi idealizado e organizado pela Sheila Fávero, eu e minha irmã partimos sábado de manhã do interior rumo a capital sem nem saber como andar na rodoviária sozinhas, então pense no desastre, mas a Shei nos encontrou e nos salvou, a viagem é bem curta 1:30 só, então depois de deixarmos as bolsas pesadas na casa dela, fomos encontrar o pessoal no vão livre do MASP.



Foi tudo muito simples e muito especial, não tínhamos nada muito certo e combinado, mas aconteceu tudo de forma linda, eu amei muito conhecer cada um deles, pessoas realmente especiais, tanto que nem parecia que era a primeira vez que nos víamos, a conversa super fluía, fomos na livraria Cultura, ainda conseguimos ver o Ziraldo dando autógrafos.


Foi um final de semana inesquecível, me diverti desde o primeiro momento que coloquei meus pés em São Paulo, até a hora de voltar para casa, adorei conhecer as pessoas que passava noites conversando por Whatsapp e claro, teve livros também, ganhei alguns de presentes.

As duas edições maiores de Alice foi presente da Sheila, a menor foi do Luciano, Madame Bovary os brincos e os anés foram presentes de Aparecida, os 3 da saga Crepúsculo ganhei da irmã da Cintia.

Queria muito Agradecer a Sheila, Cintia, Aparecida, Michele, Luciano, Eduardo, Kleber, Catia, Gabrielle, e claro minha irmã Bruna, por terem feito do meu final de semana, toda essa maravilha que foi!


Bruna, eu e Michele



Esse foi um breve resumo do nosso maravilhoso encontro, não vejo a hora de participar de novo.




Informações do Livro:

Título: O Vilarejo 
Autor: Raphael Montes 
Editora: Suma de letras 
Páginas: 96

Sinopse:

Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome. As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

Resenha:

O Vilarejo do brasileiríssimo Raphael Montes veio abrindo portas aqui no Brasil ao gênero muitas vezes mal visto, eu mesma por muito tempo tive medo de livros de terror, mas depois que comecei nesse mundo não quis mais sair e hoje com certeza é um dos meus favoritos.

O livro é composto por sete contos que se interligam e são inspirados nos sete pecados que foram relacionados aos sete demônios, e que vão contado de forma macabra como o tal vilarejo foi se acabando ou seja, uma premissa e tanto, mas será que o livro é tudo isso mesmo?

Raphael teve uma ideia incrível porém acho que usou de um formato pouco adequado, você sente que os contos tem uma trama legal, mas por serem contos acabam perdendo alguns detalhes que poderiam tornar tudo mais assustador e marcante se fosse um romance por exemplo (Entendam romance como definição do tipo de narrativa).

Como já foi dito, os contos vão mostrando o que aconteceu com um vilarejo em algum lugar da Europa que aparentemente sofria com alguma maldição, seus moradores excêntricos e misteriosos, escondiam segredos terríveis, o autor conseguiu criar personalidades dignas de bons livros de terror e por isso que acredito que deveriam ser melhores trabalhadas.

O prefácio do livro causou dúvidas em muita gente, sobre ser real ou não, em uma breve pesquisa descobri que tudo que está no livro saiu da imaginação do autor, o que soma vários pontos ao livro, porque o prefácio é maravilhoso e muito criativo.

O final foi bem surpreendente e eu achei muito bom, eu não esperava nada do tipo e depois que li, pensei que não poderia ter sido melhor, outro ponto forte do livro sãos as ilustrações de Marcelo Damm que dão todo um ar mais macabro ao livro, arrasaram na escolha do ilustrador que fez um trabalho digno de atenção.

Uma coisa que autores e as próprias editoras deveriam se atentar mais, são com os comentários de capa, Fernanda Torres comparou, ou melhor dizendo, igualou Raphael a Stephen King e isso gera grandes expectativas no leitor, o que na maioria das vezes não é bom.

Enfim, O Vilarejo não é um livro que assusta, mas é uma boa leitura naqueles intervalos de livros densos, um bom inicio para quem ainda está começando no mundo dos livros e histórias de terror, super recomendado, vale a pena e fico muito feliz de saber que temos opções nacionais para esse gênero que tanto adoro!






Olá pessoal, tudo bem?

Acho que já comentei algumas vezes aqui no blog, sobre um grupo de Facebook do qual eu faço parte, pois então, lá sempre rola coisas muito legais, é um grupo bem interativo mesmo, fazemos debates, sorteios e sempre em alguma data especial rola um amigo secreto e dessa vez fizemos uma para comemorar duas datas, o aniversário de 1 ano do grupo e escolhemos a temática Halloween, ainda está rolando, as pessoas ainda estão recebendo seus presentes e recentemente eu recebi o meu, eu ganhei coisas lindas e quem quiser conferir é só assistir meu mais novo vídeo!




Se vocês gostaram do vídeo, não se esqueçam de se curtir, inscrevam se no canal também e fiquem de olho aqui no blog, que logo, logo vão ter surpresas!


Informações do livro:

Título: Escuridão total sem estrelas 
Autor: Stephen King 
Editora: Suma de Letras 
Páginas: 390

Sinopse:

Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão total sem estrelas os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas. Em 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um bom casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos. Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada — bom senso, piedade, justiça ou estrelas — para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.

Resenha:


Resenhar livros de contos sempre vai ser mais difícil, mas resenhar um livro de contos tão maravilhoso assim acaba sendo mais difícil ainda, mas vamos lá.

Em escuridão total sem estrelas King nos apresenta quatro contos sem nenhuma relação entre si, 3 deles surpreendentes e um mais fraco no meu ponto de vista.

Em 1922 tem Winfred um fazendeiro casado e com um filho que compartilha sua paixão pela fazenda, já sua esposa sonha em vender tudo e se mudar para cidade, o conto é uma confissão e um relato de tudo que o homem fez para defender suas terras, ultrapassando todos os limites da ganância e a falta de amor ao próximo. O livro já se inicia com total estilo, um dos melhores, se não o melhor conto do livro, fiquei muito surpresa.

Em O Gigante do volante o tema central é a vingança, uma escritora que não parece ter seu juízo perfeito, depois de ser violada por um desconhecido, decide que irá se vingar, King inseriu alguns elementos que colocam em cheque a sanidade da personagem, mas no final tudo se encaixa de forma perfeita, acho que esse conto tem um dos melhores finais já criado pelo autor. Para provar que King não usa apenas do medo para segurar seus leitores, nesse conto ele nos faz mergulha com tudo na cabeça de uma vitima, nos faz entender um pouco dos medos que uma mulher sente ao se expor e fazer uma denúncias, de tudo que ela poderá ouvir quando denunciar alguém, achei isso muito interessante, o mestre mandou muito bem.

Já o conto Extensão Justa o que achei mais fraco de todo o livro, Dave Streeter tem câncer em um estágio bem avançado e a morte é a única certeza em sua vida, mas ele sofre de um mal ainda maior, a inveja, e tudo isso fica em evidência quando ele recebe uma segunda chance em sua vida. Esse conto é o único do livro a abordar o sobrenatural, porém tem um final bem chocho no meu ponto de vista, termina muito sem mais nem menos, a premissa me parecia boa, mas não conseguiu.

O livro encerra com Um bom casamento, e esse também é um daqueles contos que te faz pensar, Darcy Anderson tem um ótimo casamento, um marido exemplar, bons filhos, dinheiro e conforto, mas um dia ela acaba descobrindo segredos de seu marido que fazem o conto de fadas se transformar em um enorme pesadelo, a trama nos faz pensar em quanto conhecemos as pessoas, as vezes acreditamos saber tudo sobre alguém mas isso é praticamente impossível, podemos sempre no surpreender com algo, seja positivo ou negativo.

Acredito que King utilizou dos clichês dos pecados capitais para criar histórias envolventes e conseguiu fazer isso com muito sucesso, Escuridão Total sem estrelas está entre os meus favoritos do mestre e um dos melhores do ano, ótima leitura que recomendo a todos, mesmo os que ainda não conhecem as obras do autor, podem sem dúvida começar por esse.

A parte gráfica do livro arrasou, com certeza, todo preto incluindo a lateral das páginas, só deixaram a desejar um pouco no material usado nas letras do título que na minha edição já saiu toda a parte cinza.








Eu não estou triste, só não me sinto feliz, sabe eu ainda tenho problemas, eu ainda choro quando estou sozinha, eu ainda me arrependo de algumas escolhas, o fato de eu não dizer, não quer dizer que eu não sinta, mas a vida segue.

Estou aprendendo a simplesmente viver sozinha com os meus sentimentos, porque na verdade ninguém se importa, mas tudo bem, eu também não me importo, eu ainda tenho planos, eu ainda acredito, porque eu não me canso de me decepcionar.


Sabe, eu mudei meus planos, estou querendo diferente, não espero que ninguém queira o mesmo que eu e nem pretendo mudar meus “planos”, porque a vida não espera, nem eu.


Informações do livro:

Título: A Maldição, As Aventuras do Caça-Feitiço 
Autor: Joseph Delaney 
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 288 
Ano: 2009


Sinopse


O Caça-feitiço e seu aprendiz, Thomas Ward, se preparam para a maior batalha de suas vidas e seguem numa missão para um combate infernal. Desta vez, o inimigo é O Flagelo, uma criatura diabólica que se esconde no fundo das catacumbas da catedral. Todo o Condado corre o risco de ser corrompido por seus sinistros poderes. Mas surgem terríveis surpresas, e Tom e seu mestre descobrem que O Flagelo não é seu único inimigo e o desafio que os espera é bem maior. Como eles vão conseguir sobreviver a este horror?


Resenha:

Mais de dois anos depois de resenhar o primeiro livro aqui no blog, eu trago a vocês a resenha do segundo livro da série "As aventuras do caça feitiço" do autor Joseph Delaney que já está na minha lista de preferidos e quer saber por quê?

No primeiro livro, fomos apresentados a história com bastante detalhes, descobrimos do que se tratava o oficio de caça feitiço e conhecemos Thomas Ward, já agora na segunda parte dessa aventura, Tom está mais amadurecido em seu oficio, começamos o livro com John Gregory doente e por isso o garoto precisa atender as necessidades de seu trabalho sozinho, no entanto essa nova missão traz a tona algo que o velho deixou para trás, O Flagelo.

O Flagelo é uma criatura antiga muito poderosa, que foi confinada as catacumbas da cidade de Priestown, que foi presa lá no passado por um povo extinto, ao ser preso ele teve seus poderes reduzidos, mas veio se recuperando ao longo dos anos extraindo força das pessoas, principalmente dos padres que se deixavam dominar e por isso a cidade estava vivendo um tempo de medo e terror.

John Gregory decide acabar com o Flagelo de uma vez por todas e por isso ele e Tom partem para Priestown, no entanto ao chegar na cidade eles se deparam com o Inquisidor (Caçador de bruxas, feiticeiras e etc em nome da igreja), o que torna a viagem deles ainda mais perigosa.

Outro problema ainda maior que atinge o jovem caça feitiço é descobrir que Alice foi capturada pelo inquisidor e provavelmente vai parar na fogueira e isso com certeza destabiliza o garoto e tudo piora quando Gregory vai também parar nas prisões da igreja.

Tomas precisa lidar com vários problemas sozinho, salvar seu mestre e sua amiga sem ser pego, ele precisa não apenas se manter nas sombras e escondido, ele precisa proteger também sua mente, seus pensamentos, sem deixar o medo tomar conta.

Com certeza o segundo livro é mais emocionante e tem muito mais aventura, a personalidade dos personagens foi bem mais desenvolvida o que eu achei muito bom, embora seja uma série infanto juvenil, diferente da maioria das séries que já li que envolvem crianças e/ou adolescentes, não temos aquele tipo de personagem chato e imprudente, Tom sabe dos riscos, sabe dos perigos e quando se arrisca, faz sabendo das consequências.

Os personagens centrais foram muito bem pensados por Delaney, até mesmo Tomas tem seus defeitos, John Gregory se mostrou um homem cheio de traumas do passado com assuntos inacabados, Alice foi uma grande surpresa para mim, eu sabia desde o começo que iria gostar dela e foi realmente isso que aconteceu, acredito que ela vai dar muito trabalho ainda, adorei o mistério lançado sobre o passado da família Ward, fiquei muito curiosa para saber o que realmente aconteceu.

Eu demorei muito para dar continuidade na série, embora tenha gostado muito do primeiro livro, acabei deixando a série para depois e felizmente o depois chegou e agora quero dar continuidade, pois com certeza é a minha série atual favorita.







Olá pessoal, tudo bem?

Não sei se vocês lembram mas a uns meses atrás eu divulguei aqui um projeto em homenagem ao grande Edgar Allan Poe, era um livro colaborativo e estava aberto a quem quisesse para enviar contos e ilustrações, eu enviei o meu, mas infelizmente não fui selecionada e então resolvi publicar ele no Wattpad, se alguém quiser ler ficarei bem feliz!

O conto tinha que seguir algumas regras do concurso e eu não fiz nenhuma modificação, para ler basta acessar o meu Wattpad por aqui!

Fiquem a vontade para comentar aqui no blog o que acharam do meu conto, espero que gostem!





Informações do livro:

Título:
Feliz por nada
Autor: Martha Medeiros
Editora: L&PM
Páginas: 211


Sinopse:

“Dentro de um abraço é sempre quente, é sempre seguro. Dentro de um abraço não se ouve o tic-tac dos relógios e, se faltar luz, tanto melhor. Tudo o que você pensa e sofre, dentro de um abraço se dissolve.” É com a força transformadora de um abraço que Martha Medeiros abre este novo livro de crônicas e é com a mesma singeleza e olhar arguto para o cotidiano que a escritora ilumina algumas das questões mais urgentes do século XXI. A destacada romancista, cronista e poeta, que já teve obras adaptadas para o cinema, para a tevê e para o teatro, fala aos leitores com a sinceridade de um amigo e materializa as angústias e os anseios da sociedade pós-tudo, que vive acuada sob o grande limitador do tempo. Nesta coletânea de mais de oitenta crônicas, Martha Medeiros aborda temas muito diversos e ao mesmo tempo muito próximos do leitor. A autora tem o dom para aproximar assuntos por vezes fugidios – como é próprio do cotidiano – de questões universais, como o amor, a família e a amizade, e criar lugares de reconhecimento para o leitor, como ao falar de Deus, dos romances antigos e novos, da mulher, de escritores e cineastas que são imortais, de se perder e se reencontrar, do que a vida oferece e muitas vezes se deixa passar. “Feliz por nada”, afirma Martha Medeiros, é fazer a opção por uma vida conscientemente vivida, mais leve, mas nem por isso menos visceral.


Resenha:

'Geralmente, quando uma pessoa exclama Estou tão feliz!, é porque engatou um novo amor, conseguiu uma promoção, ganhou uma bolsa de estudos, perdeu os quilos que precisava ou algo do tipo. Há sempre um porquê. Eu costumo torcer para que essa felicidade dure um bom tempo, mas sei que as novidades envelhecem e que não é seguro se sentir feliz apenas por atingimento de metas. Muito melhor é ser feliz por nada.'

Feliz por nada reúne 85 crônicas publicadas no Jornal Zero Hora e O Globo, onde Martha é colunista, essas crônicas são pensamentos da autora sobre o cotidiano, ela aborda variados assuntos desde os mais simples, até os mais reflexivos, tudo de forma leve e que nos faz concordar em maioria com ela e nos faz pensar e muito.

Onde é que você gostaria de estar agora, nesse exato momento?

Fazer uma resenha de um livro de crônicas é um pouco difícil, mas o que posso dizer é que "Feliz por nada" é um bom companheiro para aquele momento que você precisar ler algo mais real, algo mais palpável, porque é impossível não se identificar com os sentimentos da autora, não se por no lugar dela, não é aquele tipo de livro que você pega e lê todo de uma vez, eu recomendo que seja lido aos poucos, uma crônica por vez, porque o legal é depois que você termina de ler uma delas é que você fica encaixando a situação ali descrita na sua própria vida.

Eu gostei muito da ideia de felicidade abordada pela autora, ela faz uma leve critica ao fato de só ficarmos felizes quando algo novo acontece e que por isso essa felicidade acaba durando muito pouco e por isso precisamos ser "Feliz por nada" porque só assim seremos felizes em tempo integral, essa é apenas uma das reflexões legais que o livro oferece, portanto recomendo e muito a leitura!


Vamos ser Felizes por nada!






Informações do livro:

Título: O Grande Gatsby 
Autor: F. Scott Fitzgerald 
Editora: L&PM 
Páginas: 204


Sinopse:


O grande Gatsby (1925) é considerado a obra-prima de F. Scott Fitzgerald. É um perfeito retrato dos loucos anos 20, nos quais o choque da “nova” modernidade se refl etia numa juventude impactada pela guerra e pela revolução industrial. O romance relata a história do enigmático Jay Gatsby, proprietário de uma luxuosa mansão na zona mais rica das praias de Long Island, onde ele promove suntuosas festas, frequentadas por escritores, produtores de cinema, stars, esportistas, gângsteres e garotas bonitas em busca de ascensão social. O mistério que paira sobre Gatsby, um homem elegante e indecifrável, e seu interesse pela bela Daisy Buchanan foram imortalizados no cinema por Robert Redford e Mia Farrow, que com suas interpretações deram vida à essência da Era do Jazz.


Resenha:


Em o Grande Gatsby temos Nick como narrador, ele nos apresenta Gatsby o morador da mansão ao lado de sua humilde casa e nos conta detalhes sobre a luxuosa vida do misterioso homem e aos poucos Nick vai descobrindo mais e mais sobre seu vizinho, até o fato de que ele no passado teve um breve romance com sua prima Daisy.



Gatsby tinha o costume de dar enormes festas em sua mansão, abertas a quem quisesse ir, esse costume levantava várias teorias ao seu respeito, inclusive a de que ele era um assassino, mas Nick não acreditava no que escutava e decidiu descobrir sozinho quem ele verdadeiramente era.


Daisy agora já era uma mulher casada e com uma filha, mas seu marido era infiel e quando Gatsby reaparece em sua vida ela fica balançada, no passado ela deixara de se casar com ele devido ao fato do rapaz não ter condições sociais de casar com uma moça do nível dela, mas agora ele era um homem muito rico e ainda apaixonado.

O Grande Gatsby é um verdadeiro retrato da época pós guerra, o que me causou um certo choque em saber como nosso país é realmente bem atrasado em relação aos EUA, desde aquela época as mulheres já tinham muito mais liberdade de escolha e atitude, no livro vemos mulheres dirigindo e indo a festas a noite desacompanhadas, achei tudo isso muito interessante e lindo.



Eu gostei muito de como Fitzgerald desenvolveu seus personagens, Daisy que no começo parecia uma mulher adorável se mostrou uma pessoa bem diferente, Gatsby apesar de todo seu mistério consegue ganhar o leitor desde o começo, já Nick rouba a atenção, adorei a personalidade dele e com certeza está entre um dos meus personagens favoritos da vida.


Quando eu decidi ler o Grande Gatsby eu não sabia nada a respeito, já tinha ouvido falar do filme e que era um grande clássico, mas nem a sinopse eu tinha lido, então solicitei ele a editora L&PM e a surpresa foi maravilhosa, nunca pensei que iria gostar tanto, mas agora o livro entrou na minha lista de preferidos, adorei a forma como foi escrito, adorei os detalhes da época que eu ainda não conhecia e me surpreendi demais com o final que me deixou com o coração na mão, foi totalmente inesperado pra mim, mas foi como tinha que ser.


Como puderam ver pelas fotos, o filme é protagonizado por Leonardo Di Caprio, ainda não assisti, mas pretendo em breve e farei as comparações aqui no blog.



Olá pessoal, tudo bem?

Faz tempo que eu não posto uma Wishlist aqui no blog, mas resolvi postar meus desejados desse semestre, o que pretendo comprar ou ganhar né! kkkkkk

Começando com esse super lançamento da DarkSide que eu nem acreditei quando vi, fiquei completamente maluca e agora que divulgaram a capa eu pirei.

Hellraiser - Clive Barker


Um livro tão assustador que nenhuma editora nacional teve a coragem de lançar. Mas não pense que você está a salvo. A DarkSide® Books traz para o Brasil o tão aguardado HELLRAISER - RENASCIDO DO INFERNO, o romance que fez de Clive Barker uma lenda viva do terror. O livro chega às livrarias em setembro de 2015, às vésperas do aniversário de 30 anos de seu lançamento internacional.  Darkside Books



O próximo da lista é na verdade um box, que eu fiquei completamente enlouquecida desde que entrou em pré venda, eu como uma boa fã de Arthur Conan Doyle não posso ficar sem essa belezura

Box Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle

Sinopse: Esta obra completa, reúne os quatro romances e os 56 contos sobre as aventuras do detetive mais famoso do mundo e de seu fiel companheiro, o Dr. Watson. Para desvendar mistérios, o faro e a astúcia de Sherlock Holmes levam às fontes menos óbvias, às informações mais precisas. Um modelo que influencia até hoje a literatura policial e revela fôlego para impressionar gerações de leitores através dos tempos. Nova Fronteira



Para finalizar essa breve wishlist venho com um do grande mestre Stephen King

Joyland - Stephen King


Sinopse: No verão de 1973, o universitário Devin Jones arruma um emprego temporário num parque de diversões chamado “Joyland”, buscando acumular dinheiro e curar seu recente coração partido. Devin acaba descobrindo que, no passado, o parque foi palco da morte de uma jovem pelas mãos de um temido serial-killer que nunca foi capturado. Com a ajuda de seus amigos, e de um garotinho de saúde frágil, porém muito especial, Devin descobrirá que o crime não está completamente adormecido. Suma de Letras



Esses são os meus mais desejados de agora, quero todos! kkkkkk
Se alguém quiser me presentear com algum deles, eu agradeço!

Termino meu post com uma música da minha banda preferida que homenageia um filme baseado em um dos livros aqui postado.


Olá pessoal tudo bem?

No final do mês passado a L&PM enviou um e-mail aos parceiros falando de alguns livros que ainda seriam lançados e nos oferecendo para ler a prova de um deles, lendo as sinopses eu escolhi "Além do tempo e mais um dia" que é a estreia da autora Lu Piras no gênero Sick - Lit (Livros em que o personagem central sobre de alguma enfermidade).

Eu li o livro e agora vou contar para vocês o que achei...


Além do tempo e mais um dia é narrado em primeira pessoa pelo personagem principal Benjamin que tem poliomelite e sofre com o fato de não poder usar suas pernas e estar sempre preso a sua cadeira de rodas, a história começa a ser contada na infância de Ben quando ele ainda tem 12 anos e seus pais decidem que ele deve começar a frequentar a escola, o garoto deseja poder amputar suas pernas defeituosas para poder usar uma prótese que iria possibilitar que ele andasse e fizesse atividades normalmente, então seus pais prometem pensar no assunto caso ele aceite frequentar a escola.

Benjamin começa uma nova experiência ao entrar no colégio, o bullying e o preconceito estão agora mais vivo em sua vida, mas nem tudo é tão ruim assim, conhecer Angelina é um exemplo disso, a garota um ano mais nova que ele passa a fazer parte da sua vida.

Os pais de Ben aceitam que ele faça a cirurgia e então o garoto amputa as pernas e ai começa a sua nova vida, de um garoto que antes só podia assistir seus colegas de classe fazendo suas atividades obrigatórias de educação física ele passa  a ser um garoto correndo atrás do seus sonhos, de ser um atleta e... Ben tem um sonho bem peculiar, bem comovente.

O livro é dividido em fases, o que eu achei legal, mas o que pode causar certa confusão quanto ao publico alvo do livro, ele começa com uma linguagem mais infantil e conforme o personagem cresce a linguagem vai mudando e tornando um livro mais adulto, o que eu achei bem legal, porque você consegue fazer parte da vida do personagem e consegue sentir as mudanças. A parte da infância de Ben foi meio enrolada no meu ponto de vista, mas o livro vai ganhando forma no decorrer da história.

O que eu mais gostei no livro é que apesar de falar de uma doença, de ter um personagem deficiente, a autora conseguiu desenvolver a trama sem apelar para o drama excessivo, o romance segue o ritmo do "vai, não vai" o que me deixa um pouco ansiosa demais, mas o livro foi uma grande surpresa, gostei bastante e recomendo com certeza.







Informações do livro:

Título: O Demonologista 
Autor: Andrew Pyper 
Editora: DarkSide 
Páginas: 320


Sinopse:


O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo - principalmente na obra prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas uma boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.


Resenha:


“A maior astúcia do Diabo é nos convencer de que ele não existe”    Charles Baudelaire


O Demonologista é narrado em primeira pessoa pelo renomado professor da Universidade de Columbia David Ullman, um estudioso de John Milton principalmente de sua obra "O paraiso perdido" que tem como figura central ninguém menos que o diabo, embora Ullman tenha estudado muito sobre tal criatura, ele se apresenta como um cético a respeito da existência do Diabo.

David está passando por um momento conturbado de sua vida pessoal, o divórcio iminente, então seguindo o conselho de sua melhor amiga, decide se aproximar mais de sua filha Tess, justamente quando ele recebe uma proposta de trabalho que inclui uma viagem a Veneza então ele parte nessa missão um tanto quanto misteriosa com sua filha ao lado.

Em Veneza Ullman começa ver que tudo que aquilo que ele desacreditava pode ser real e pior que isso, ele está sendo testado da pior forma possível pela criatura que até então ele nem acreditava existir, ele precisa usar de todo seu conhecimento para salvar a pessoa de maior importância para ele, correndo contra o tempo David tenta salvar sua filha do inferno.

Andrew Pyper conseguiu criar um thriller psicológico de tirar o fôlego, embora não seja uma história de causar medo, com certeza o livro deixa o leitor em estado de alerta o que dificulta qualquer pausa na leitura, os acontecimentos causam certa ansiedade, mas o bom é que não existe enrolação e suspense desnecessário.

O final que para muitos foi confuso e não agradou, eu achei sensacional, gostei da forma que se resolveu, posso ter entendido diferente de alguns, mas achei bem pensado.

Quando a DarkSide anunciou o livro eu pensei que fosse se tratar de um livro de terror do tipo que eu não gosto, envolvendo exorcismo e assuntos sobrenaturais no estilo Exorcista e portanto nem pretendia ler, mas depois lendo algumas resenhas vi que a história era outra e fiquei com muita vontade de ler, até que tive uma feliz surpresa quando uma amiga do grupo de leitores que participo me enviou, a Ileana que também escreve resenha para o blog Livros e Flores me deu a oportunidade de conhecer esse livro maravilhoso.

A editora DarkSide caprichou em tudo nesse livro, que tem um estilo de livro antigo com uma lombada com textura envelhecida, por dentro também é um show, achei o livro todo maravilhoso, o que torna a leitura muito mais interessante, recomendo com certeza "O Demonologista" está entre os meus preferidos desse ano.