Pesquisar este blog


Recentemente a querida Aline Leal pediu para enviar fotos com o livro preferido para um projeto do blog dela, eu nem tive dúvidas sobre qual escolher, claro que eu gosto de muitos livros, mas meu preferido vai ser esse para toda vida, poderia citar mais dois que competem com esse, mas eles contam partes da mesma história só que de pontos de vista diferentes e eu prefiro o ponto de vista do Marius, os outros livros são: "O vampiro Armand" e "Pandora" também da Anne Rice.

Anne Rice é minha escritora preferida, eu adoro sua escrita, gosto das suas descrições maravilhosas, toda carga emotiva que cada personagem tem, aquela dualidade entre o bem e o mal com qual cada personagem luta o tempo todo.

Marius é o protagonista desse livro, ele é um dos personagens mais bem construídos da autora, pena ela não ter dado um bom desfecho para sua história, na verdade ela não deu nenhum, Anne Deixou os fãs carentes de mais Marius e Pandora, de mais Marius e Armand. 

Eu já li esse livro tem bastante tempo, estou escrevendo sobre ele porque na época que li eu fiz uma resenha muito mais ou menos em outro blog e quando criei esse aqui eu não quis reescrever e nem pretendo. Por quê? 

Porque esse é um daqueles livros que não se explica o que sente, que talvez o sentimento seja único, ninguém irá sentir o mesmo que eu ao ler, acho que tudo depende do gosto literário e do momento que você lê, por isso que cada um tem seu livro preferido, aquele por qual temos um carinho especial, que sempre vai ser o primeiro que vamos lembrar quando alguém perguntar "Qual seu livro favorito?"  e que ao responder o sorriso irá de orelha a orelha, aquele que vai te fazer desejar ser um personagem do livro só para poder vivenciar cada sensação, cada aventura, cada emoção, é aquele livro que vai te fazer odiar qualquer uma que faça uma resenha criticando, que vai te deixar sem entender quando alguém falar que não achou "tudo isso" da história e aquele livro que vai te deixar morrendo de medo quando ouvir falar em possíveis adaptações cinematográficas, é aquele que você nunca vai emprestar para ninguém, a não ser que confie e goste muito da pessoa.

Esse é o meu livro favorito.

Livro: Sangue e Ouro - Anne Rice

E você? Qual seu livro favorito?

7 Comentários

  1. Eu tenho muita vontade de ler Rice, de fato já tenho aqui na minha estante o Entrevista com Vampiro (que o filme eu gostei)

    Meu livro favorito é empatado entre Os Miseráveis de Victor Hugo (mas só li a versão resumida, até hj =/) e As Vantagens de Ser Invisível de Stephen Chbosky

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entrevista é muito bom, certeza que você vai gostar a história do Louis é um pouco diferente do filme!

      Excluir
  2. OOiiiii.... obrigado pela visita no meu blog.. seu comentário foi respondido.. oakdo :D

    Adorei seu blog.. layout impecável.. :D

    Nunca li nada dessa autora.. mas está na minha lista com certeza.. beijosss

    Guilherme Kunz
    www.tematoa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah muito obrigada viu, quando puder leia Rice sim!

      Excluir
  3. Ainda não li nada da Anne Rice, mas sempre ouço muitos elogios aos livros dela.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Também não li Anne Rice.
    Meu livro favorito é A Menina que Roubava Livros, e meu escritor favorito o Carlos Ruiz Zafón. O primeiro me emocionou muito, a história em si, os personagens e o Carlos escreve com tal maestria que não se vê defeito em suas histórias, as tramas são muito bem amarradas. Eles me são perfeitos!

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  5. Andy!
    A anne Rice tem mesmo um jeito especial de escrever suas histórias fantásticas. Gosto do estilo.

    Fiquei muito feliz em receber sua visita no blog e vim aqui agradecer, muito obrigada!
    Volte sempre que puder, aguardarei!

    Desejo um final de semana de descanso e um mes iluminado!!
    Paz e muita luz!
    cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir

E você o que achou?